Buscar

O que é Peeling de diamante Aureole skin

Atualizado: 5 de Nov de 2020



Cada vez mais mulheres e homens buscam alternativas para melhorar o aspeto da pele e rejuvenescer. O peeling de diamante estimula a renovação das células mortas da pele através de uma descamação. Tais células se acumulam na camada mais superficial da epiderme devolvendo elasticidade e viço para a pele.

O procedimento — também conhecido como — microdermoabrasão — pode remover efetivamente pele morta e opaca, pode também ser utilizado para clarear manchas e cicatrizes de acne, além de atuar no tratamento de rugas e suavizar linhas finas. O dispositivo da Aureole Skin foi desenhado com tudo isso em mente. A tecnologia inovadora e avançada ajuda a promover a renovação celular e estimular a produção de colágeno na pele. Deixando-a mais firme, uniforme e rejuvenescedora.



O que é peeling de diamante e para que serve?


O procedimento de peeling de diamante é um método seguro e eficaz que tem como objetivo renovar as células da pele através da descamação. A palavra peeling é originada do inglês “e quer dizer descamação”. Este procedimento tem ganhado bastante popularidade em Portugal nos últimos anos.

O peeling de diamante não é um tratamento invasivo, e ao contrário do que muita gente pensa o tratamento de peeling é suave e muito eficaz para rugas, linhas finas, manchas, cicatrizes leves de acne e até mesmo para a remoção de cravos e limpeza profunda da pele. É também um excelente tratamento para o rejuvenescimento da pele.



Diferentes tipos de peeling


Segundo a Sociedade de Dermatologia, existem dois tipos de peeling: físico e químico. O procedimento referente ao peeling físico se dá através de agentes responsáveis por fazer a descamação da pele, desde pequenos equipamentos e cremes abrasivos que realizam uma microabrasão.


A técnica de microdermoabrasão é bastante popular entre os prosseguidores de beleza e alguns dos benefícios podem ser observados logo após um único tratamento. O peeling químico é um tipo de tratamento estético que é feito com a aplicação de agentes químicos, como ácidos, Glicólico e Retinóico, que remove a camada superficial da pele e promove o crescimento de uma nova camada.


Qual é o melhor tipo de peeling?


Independente da técnica utilizada, se você tiver alguma dúvida de qual é o peeling mais apropriado para você, deve consultar um dermatologista, que é um profissional capaz de identificar a sua necessidade e indicar o peeling mais adequado. Diferentes tipos de peelings podem agir na sua pele de maneiras distintas, por essa razão é importante obter a opinião de um profissional, pois, os procedimentos podem agir de maneira superficial, média ou profunda. O peeling superficial atinge apenas a epiderme que é a camada mais externa da pele, sem chegar a camada intermediaria, (derme). Isto promove uma descamação suave, indicado para o tratamento de manchas e melasma mais superficiais, além de prevenir e de tratar cravos e espinhas. Já o peeling médio da resultados mais intensos do que peelings superficiais e serve para amenizar rugas e marcas mais profundas.


Peeling médio penetra mais profundamente na pele e pode ser usado para tratar rugas superficiais finas, manchas superficiais e problemas de pigmentação.


O peeling profundo são o tipo mais forte de peeling e normalmente é feito em clínicas médicas, com anestesia e o acompanhamento necessário para que o paciente não sinta dor durante o procedimento.

Se procura um tipo de tratamento suave ou médio você deve considerar o dispositivo de microdermoabrasão da aureole skin para o rejuvenescimento da pele. O dispositivo tem 4 níveis de sucção o que lhe permite escolher entre um tratamento leve e um tratamento médio. Além disso, não é necessário aplicar cremes químicos que podem fazer mal a pele. Saiba mais como.



Cuidados após o peeling de diamante

Após um tratamento de peeling, a pele tende a ficar sensibilizada, avermelhada ou com um pouco de ardência, por isso é importante usar um filtro solar para proteger a pele de radiação solar e evitar exposição direta ao sol. Esses efeitos são comuns e devem passar dentro de algumas horas.


Após o tratamento utilize um sabonete suave quando lavar o rosto, para ajudar a recuperar a barreira natural da pele, amenizar a irritação e acelerar a recuperação. Não é recomendado o uso de cremes à base de Ácido Retinóico, Ácido Glicólico ou Salicílico no qual podem irritar a pele.


Evite puxar ou arrancar pele que esta descamando para evitar cicatrizes. É muito importante manter a sua pele hidratada, pois a hidratação auxilia na retirada de crostas residuais, na redução do edema e na regeneração da pele. Tente usar substâncias e produtos indicados para peles sensíveis ou sensibilizadas e não abrasivos.



Conclusão


Peeling de diamante é sem dúvida um tratamento beneficial para a pele seja qual for os resultados desejados. Este tipo de tratamento continua a ganhar popularidade pelo mundo fora devido aos seus inúmeros comprovados benefícios. Com isso dito é importante que você não abuse dos tratamentos de peeling, dê tempo a sua pele para recuperar antes de fazer o próximo tratamento sendo que isso pode danificar a pele. Os cuidados após o peeling é uma das partes mais importantes do tratamento de peeling, se não há mais importante. A proteção solar e a hidratação são indispensáveis para a saúde da pele nos cuidados pós-peeling.

37 visualizações0 comentário